PARA QUE SEU MATERIAL SAIA DO JEITO QUE VOCÊ PLANEJOU, SEGUE O BIZÚ...

1- FECHAMENTO DOS ARQUIVOS PARA IMPRESSÃO
O formato PDF, PDF/x-1A é o formato feito para impressão. Quando você fecha o arquivo da forma correta, o seu trabalho não corre risco de perder qualidade e seu arquivo fica protegido de qualquer alteração acidental ao ser manuseado na gráfica. 
E melhor... Ele já fica no modo de cor CMYK (modo de cor para impressão), além de converter as fontes para curva automaticamente.


Agora é só ler com atenção nosso manual de instruções para você fechar seus arquivos de produção corretamente.

 

  • UTILIZE SEMPRE OS GABARITOS DA GRÁFICA BIZÚ DE ACORDO COM CADA PRODUTO QUE NECESSITE DE GABARITO

Gabaritos são arquivos predeterminados para você montar a sua arte. A Gráfica Bizú só imprime materiais enviados dentro desses arquivos. Para obter os gabaritos, você deve baixá-los na área de cada produto, abrir no Corel Draw, e também salvar nesta versão.

Esses arquivos já têm as margens colocadas no local correto. Respeite as margens para que o seu material não seja prejudicado. Não coloque informações importantes além da margem de segurança, senão elas serão cortadas. O fundo, seja ele vetor ou imagem, deverá ultrapassar a linha de corte, para que não fiquem filetes brancos em volta do material.

 

  • IMAGENS E CORES

Se você usar imagens no seu material, lembre-se sempre de que elas deverão estar em formato Bitmap e no modo de cor CMYK. As imagens devem ter a resolução adequada para cada tipo de impressão. 

Preenchimentos e contornos também devem estar em CMYK. Não aceitamos arquivos com cores em Pantone® ou RGB. Faça sua arte utilizando a Paleta de Cores CMYK. Caso em seu arquivo tenha cores em Pantone® ou RGB, converta-as antes de enviar para a produção.

Bizú: Comece a criar o seu material já em CMYK. Quando você cria o material em RGB e depois transforma para CMYK, determinadas cores ficam bem diferentes do que o seu cliente aprovou. 

 

  • TEXTOS E FONTES

Para evitar problemas com fontes no seu material, você deverá convertê-las em curvas. Deverão ter também mais de 7 pontos de tamanho para manter a boa resolução e legibilidade. Procure também não utilizar fontes com traços muito finos, para que não perca a sua resolução.
 

  • EFEITOS ESPECIAIS

Se você utilizar efeitos especiais no seu material, você terá que fazer algumas alterações neles antes de enviar o seu arquivo para a gráfica.

Mistura, Contorno interativo e Extrusão, você deverá Separar esses efeitos através do Corel Draw.
Envelope, Distorção e Perspectiva, você deverá convertê-los em curvas.
Sombra, você deverá fazer o comando Separar grupo de sombreamento e converter a sombra em Bitmap.

 

  • ACABAMENTOS

Corte
Se você for fazer um material com corte, (como por exemplo, um display que vai ter impressão UV e depois corte à laser), deixe sempre uma margem de segurança de, no mínimo, 3mm após linha de corte. 

Adesivo com meio corte - Deixe sempre uma margem de segurança de, no mínimo, 3mm após a linha de corte. Quando enviar o arquivo de impressão para a gráfica, sempre enviar a arte com o corte sugerido em traço em outra página.

Fechando o arquivo
Depois de tudo pronto, confira passo a passo todos os itens deste manual, para que o seu arquivo saia do jeito que você quer. Faça o seu check-list:
1) Fontes convertidas em curvas.
2) Bitmap´s em modo de cor CMYK.
3) Resolução das imagens com DPI's de acordo com a imagem e o tamanho da impressão.
4) Conferir se o arquivo está dentro do Gabarito e obedecendo as margens de corte e segurança.
5) Verificar se preenchimentos e contornos estão em CMYK.
6) Efeitos Especiais do CorelDraw, todos devidamente convertidos.
7) Sombra, Degradê e PowerClip convertidos em Bitmap´s.
8) Cores Especiais convertidas para CMYK.
9) Os acabamentos utilizados estão devidamente marcados e com as suas margens de segurança.
10) Para uma última verificação, vá em propriedades do documento e verifique se não há mais nenhum item fora do Gabarito, que é padrão da empresa.